BRINCADEIRA QUE VIROU EMPRESA

O Jornal Alfredo Wagner visitou o atelier da jovem empresária Adriana Mariani e conversou com ela sobre a Renda-se Acessórios.

JORNAL ALFREDO WAGNER: Quando começou e porque começou a trabalhar com bijuterias?

Adriana Mariani
Adriana Mariani

ADRIANA MARIANI: O comecinho foi em 2007. Comecei fazendo para mim. Eu comprava muita bijuteria, desmontava e refazia tudo. Desde pequena eu fazia isso, mas não imaginava que um dia seria uma profissão. As amigas começaram a ver meus brincos e pulseiras e passaram a encomendar uma ou outra peça. Os pedidos foram crescendo e acabei transformando numa empresa o que antes era brincadeira. Hoje tenho uma funcionária e vendo para outras cidades também.
JORNAL ALFREDO WAGNER: Qual o segredo de tanto sucesso?

ADRIANA MARIANI: Produzo apenas 4 peças de cada bijuteria. E se a cliente pedir, faço uma peça exclusiva para ela. Minha funcionária também tem a liberdade para confeccionar peças novas.

JORNAL ALFREDO WAGNER: como você descobre as tendências da moda para este ramo de acessórios?
ADRIANA MARIANI: Busco em sites de desfiles onde observo atentamente as tendências. São muito inspiradores os desfiles Rio Fashion Week, Minas Trend Preview.
JORNAL ALFREDO WAGNER: Quais são as cores da moda no momento?
ADRIANA MARIANI: As cores variam conforme a época e a tendência do momento. Coral, Rosa chá, Azul antigo, Nudi, cores suaves estão em moda atualmente.

JORNAL ALFREDO WAGNER: Onde você deixa as bijuterias?
ADRIANA MARIANI: Os pontos de venda são em Bom Retiro, Imbuia, Rio do Sul, Pouso Redondo, Santo Amaro, Palhoça e São José.
JORNAL ALFREDO WAGNER: Qual o seu conselho para quem deseja abrir um negócio próprio?
ADRIANA MARIANI: Tem que gostar do que faz, força de vontade e buscar todos os seus objetivos.

Adriana Mariani e Jaqueline Silva
Adriana Mariani e Jaqueline Silva
Posted in Sem categoria

Deixe um comentário sobre a notícia!