Agricultores da Região do Alto Vale do Itajaí estão sendo alvo de multas que ultrapassam muitas vezes os R$ 30.000,00 devido a impossibilidade de colocar em prática a Lei. Os agricultores, porém, não têm condições de cumprir as exigências da Lei Federal 11.718, que estabelece as normas para contratação temporária no campo, e da NR 31, que determina as regras de saúde e segurança para o trabalhador rural. Denunciados por membros de um dos Sindicatos dos Trabalhadores da região, agricultores tiveram suas plantações invadidas e destruídas por fiscais no cumprimento de suas funções, criando, entre fiscais e agricultores um clima tenso que estava a ponto de explodir. Em vista disso, o Sindicato do Produtor Rural de Alfredo Wagner organizou uma reação através de seu presidente Pedro Menezes e mobilizando o Deputado Estadual Marcos Vieira presidiu a Audiência Pública da Assembléia Legislativa de Santa Catarina na cidade de Alfredo Wagner. Entenda o que está acontecendo através destes três artigos:

http://jornalaw.com.br/as-implicacoes-politicas-da-audiencia-publica-2/

http://jornalaw.com.br/audiencia-publica-primeiro-passo/

http://jornalaw.com.br/cebolicultores-pedem-fim-de-multas-e-alteracao-nas-regras-trabalhistas/

Na fotografia Pedro Menezes dando entrevista para a RBS TV filiada da Globo em Santa Catarina

DSCF8499

Posted in Sem categoria

Deixe um comentário sobre a notícia!