Como uma garotinha virtual está ajudando a encontrar pedófilos na internet

Giovana Penatti
6 semanas atrás

Uma ONG holandesa que trabalha pelos direitos das crianças em todo o mundo desenvolveu uma maneira tão simples de caçar pedófilos na internet que é surpreendente que não tenha sido adotado antes ou por mais organizações – inclusive pela polícia.

A Terre des Hommes criou Sweetie, uma garotinha virtual inspirada nas crianças filipinas que serve como isca para os criminosos. Ela não foi baseada em nenhuma criança de verdade e seus movimentos foram capturados em a partir dos de uma outra pessoa. Então, por meio de um software, é possível fazer a garota se movimentar.

Os pedófilos estão espalhados por todo o mundo e, com a certeza de que conseguem se manter anônimos (e, portanto, impunes), conversam com as crianças e as pagam para ligar a webcam e fazer todas as coisas doentias que pedem. Com Sweetie, a ONG conseguiu arrancar informações cruciais dos caras para encontrá-los nas redes sociais. Em 10 semanas de atividade, foi possível identificar mais de mil criminosos dessa forma – sendo que, segundo a Terre des Hommes, há mais 750 mil pedófilos online que pagam crianças para vê-las pela internet e só sete foram condenados até agora. Sete!

O vídeo abaixo fala do processo mais detalhadamente. Aviso: você pode sentir alguns murros no estômago.

Se nomes, contatos, endereço e tudo o mais dos molestadores foi descoberto pela ONG só fazendo um stalk, imagine, então, um órgão de investigação com acesso facilitado a essas informações. A intenção com a divulgação de Sweetie é essa: pressionar os governos a agirem com mais ênfase no combate à pedofilia virtual. Para isso, criaram uma petição online; para assiná-la, clique aqui.

Posted in Sem categoria

Deixe um comentário sobre a notícia!