Caro leitor,

A crise chegou no mercado de trabalho. Ruiu o último pilar a que se agarrava o governo Dilma.

A taxa de desemprego pulou de 6,8% para 7,4% no trimestre encerrado em fevereiro.

Após contaminar todos os segmentos e indicadores da economia, que voltaram a níveis de 10 a 20 anos atrás, a crise adentra o seu estágio de MAIOR IMPACTO SOCIAL.

Temos apenas uma saída: toda a esperança está depositada no ajuste fiscal.

Mas, na prática, o ajuste simplesmente ainda NÃO EXISTE. (veja aqui o porquê)

A rejeição da presidente atingiu nível visto somente no impeachment de Collor.

Em meio a uma reforma ministerial velada, iniciada com menos de três meses de mandato, Dilma já não é mais quem governa o País. A economia está nas mãos de Joaquim Levy. A política, de Michel Temer.

O que sobra?

btn-Alerta.png
Política de Privacidade | Disclosure | FAQ
Empiricus Research
Rua Iguatemi, 354 cj 101
01451-010
Itaim Bibi – São Paulo/SP

f18dQhb0S7ks8dDMPbW2n0x6l2B9gXrN7sKj6v4dZ1HW8pTv1M3LQdS0N63Bt0PQFLCHW6wfSj71k1H6H0?si=4857034627350528&pi=7c331c2e-af05-4ed2-c771-ad44039f8e9e

Posted in Sem categoria