MATÉRIA –AGOSTO—2015

por Renata Carone Sborgia, Especialista em Língua Portuguesa e Gestão Educacional.

“Comece um caso de amor consigo mesma e pare de se boicotar.”
Martha Medeiros.

1) O evento sempre “ têem” muita gente!!!

… será???!!! Vamos verificar a Nova Grafia para confirmar!!!

O correto é : TEM ( sem acento)

Regra fácil: a) Não existe a grafia têem!

b) a reforma ortográfica( Novo Acordo Ortográfico) não atingiu o acento que diferencia o singular do plural do verbo ter. Isto é, o acento diferencial continua para o plural.
Tem é o verbo ter conjugado na 3ª pessoa do singular (ele/ela) no presente do indicativo (tempo usado para retratar um fato ocorrido no momento da fala ou processos habituais):

Têm é o verbo ter conjugado na 3ª pessoa do plural (eles/elas) no presente do indicativo:

Os jovens têm celulares.

Elas têm elogiado o serviço do restaurante.

2) Pedro gostaria de jogar vôlei “ MAS” está sem tempo para se dedicar ao esporte.

… e sem tempo para se dedicar ao estudo da gramática!!!

O correto é: ,mas (uso da vírgula antes do MAS)

Regra fácil: A conjunção “mas” é obrigatoriamente precedida de vírgula quando equivale a “porém”, “contudo”, “entretanto”, “todavia”. Exemplos:

Gostaria de jogar basquete, mas sou baixinha.( mas=

OBS.: A vírgula , no entanto, poderá ser dispensada quando “mas” fizer parte de uma locução que soma

Não só traiu mas também mentiu. (traiu + mentiu)

3) Maria foi uma das que ajuda nos preparativos da festa!!!

… será verdade ???!!!

O correto é: ajudam

Regra fácil: CONCORDÂNCIA VERBAL COM A EXPRESSÃO:

UM DOS QUE

Essa construção exige verbo no plural.

Exemplos corretos:

O professor de português foi um dos que incentivaram a aluna a estudar.

Ela foi uma das que quiseram ajudar nos preparativos.

Você é um dos que acreditam em mim ???

PARA VOCÊ PENSAR:

“Meu amor independe do que me fazes. Não cresce do que me dás. Se fosse assim ele flutuaria ao sabor dos teus gestos. Teria razões e explicações. Se um dia teus gestos de amante me faltassem, ele morreria como a flor arrancada da terra. “Amor é estado de graça e com amor não se paga.” Nada mais falso do que o ditado popular que afirma que “amor com amor se paga”. O amor não é regido pela lógica das trocas comerciais. Nada te devo. Nada me deves. Como a rosa que floresce porque floresce, eu te amo porque te amo.”

Rubem Alves

Enviado com MailTrack
ac7da6d6e2a6094d6c40786dbea3ce60be9799c3.png

Posted in Sem categoria