Carnaval começou com vítimas: 11 mortes nas rodovias federais e estaduais de Santa Catarina

Acidente em Imbituba, na sexta-feira, deixou dois mortos, na BR-101.Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal
TRÂNSITO VIOLENTO

 Começo de Carnaval tem 11 mortes nas estradas de Santa Catarina

07/02/2016– 19h40min Por DIOGO VARGAS

Os primeiros dias de Carnaval contabilizaram desde sexta-feira 11 mortes nas rodovias federais e estaduais de Santa Catarina. O número é maior que em todo o feriadão de folia do ano passado. Colisões frontais ou em objetos como árvore e poste, além dos atropelamentos, foram a maioria das causas.

Levantamento da reportagem apurou que nove pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito nas rodovias federais do Estado e duas em estradas estaduais, entre sexta-feira e a noite de domingo.

Nas federais houve vítimas fatais na BR-101 (4), BR-282 (3) e BR-470 (2). Na 101 os acidentes foram em Imbituba (2), Joinville e Araquari; na 282 em São José do Cerrito (2) e Florianópolis e na 470 em Apiúna e Curitibanos. Nas estaduais, as mortes foram em São Carlos e São João Batista.

Acidente em Imbituba, na sexta-feira, deixou dois mortos, na BR-101.Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal

Durante todo o feriadão de Carnaval de 2015, houve em SC três mortes nas rodovias federais. Ou seja, agora o número já é duas vezes superior e ainda há os dias de viagens de volta, o que preocupa os policiais rodoviários diante do grande movimento que é esperado, principalmente na terça-feira.

O abuso de velocidade é outro ponto que desafia a fiscalização e a diminuição dos acidentes no Estado. No sábado, em apenas cinco horas de fiscalização na BR-101, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, 1.607 flagrantes foram registrados no radar da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Para melhorar a segurança, a PRF está restringindo em horários específicos desde sexta-feira o tráfego em pistas simples de caminhões bitrens com dimensões excedentes e caminhões cegonhas.

As próximas proibições serão na tarde e noite de terça-feira (16h às 24h) e manhã de quarta-feira (6h às 12h), horários justamente em que a PRF espera movimento intenso de veículos.

Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal

Deixe um comentário sobre a notícia!

Fale com o Jornal
%d blogueiros gostam disto: