É muito cedo para se definir quem irá concorrer nas próximas eleições para prefeito e vereadores. Os Partidos ainda não realizaram convenções e não definiram os nomes de seus candidatos.

Quando realizamos nossa enquete, nosso objetivo foi meramente cultural, a participação espontânea em enquetes eletrônicas pode tornar o resultado com algumas falhas, por esse motivo não se trata de uma Pesquisa Eleitoral. Pode, entretanto, servir para que partidos tenham subsídios para suas futuras escolhas.

Nada definido, muitas parcerias poderão mudar ainda até o dia D.

Quando escrevi o artigo anterior onde se encontra a enquete: Vai uma dobradinha aí? não procurei partidos e nem mesmo os nomes que estão sendo falados pelo povo como possíveis candidatos. Por quê? Até o momento nada é definido, e os possíveis candidatos, também eles, não definiram suas parcerias, por isso optei por transmitir a voz das ruas… Vox populi, dizia um antigo ditado, vox Dei.

Por exemplo: recebi um telefonema de um vereador, meu amigo, dizendo-se prejudicado por ter seu nome apresentado na lista. Respondi que não se trata de pesquisa eleitoral, mas de mera enquete, e nem mesmo de propaganda deste ou daquele candidato.

Este telefonema me fez perceber que a política em Alfredo Wagner é tão movediça e ainda nada está definido.

Os possíveis candidatos, então, devem ver a enquete como uma ajuda para a sua futura escolha de parcerias e objetivos. Apenas e só isso.

Uma informação, ao chegar na Internet, já rodou pela boca do povo e nossa função, enquanto jornalista, é apresentar o que se fala nas ruas.

De acordo com o  site do TSE:

Enquetes e sondagens

Pela resolução do TSE, não estão sujeitas a registro as enquetes ou sondagens. Neste caso, na divulgação dos resultados de enquetes ou sondagens, deve ser informado que não se trata de pesquisa eleitoral, prevista no artigo 33 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), mas sim mero levantamento de opiniões, sem controle de amostra. Ou seja, é o levantamento feito por meio de participação espontânea dos eleitores, sem a utilização de métodos científicos de coleta de dados.

A divulgação de resultados de enquetes ou sondagens sem esses esclarecimentos implica divulgação de pesquisa eleitoral sem registro e autoriza a Justiça Eleitoral a aplicar sanções previstas na resolução.

 

Deixe um comentário sobre a notícia!