É A GLOBO, UÉ!!!

Alberto Saraiva

Que eu saiba, é a primeira vez que o Jornal Nacional transmite ao vivo uma votação no Congresso.

O intuito é claro: fazer com que o jornal de TV com a maior audiência do país marque para o grande público quem votou contra ou a favor do relatório da CCJ que pedia o arquivamento da denúncia contra Temer. E é também claro que muito deputado malandro (lá sai pelo ladrão, meu irmão!!!) votou “Não” para sair bem na telinha. Ou seja: deram quórum pró-Temer e fizeram média anti-Temer. Um primor de safadeza!!!

Transmitir a votação ao vivo no JN foi o canto do cisne da campanha abjeta que a Globo fez para derrubar Temer através de uma denúncia inepta, eivada de ilegalidades e que foi uma verdadeira comédia de erros patrocinada pelo trio Janot – Fachin – Joesley.

Mas eles não contavam com a astúcia de Temer, como diria o Chapolin Colorado.

Temer não é nenhuma anta politica, como Dilma. Nem é nenhuma cobra peçonhenta, como Lula. Mas desembestou como uma anta por cima da Globo: ganhou todas no Congresso, até agora. E fez com que a Toda-Poderosa, qual escorpião, introjetasse seu próprio veneno, sua própria peçonha. Está queimando sua Tela Fria com a parcela da população mais bem informada e esclarecida.

Temer está dando 7×1 na Globo. Melhor chamar o Galvão Bueno pra narrar o jogo. Que começaria assim: “Bem, amigos… E contra todos os prognósticos dos “especialistas” que consultamos, deu o Fica Temer. E vai ter jogo até 31 de dezembro de 2018!!! Pode isso, Arnaldo???

– Pode, Galvão. A regra é clara e o gol do Temer foi legal. E segue o jogo!!!

Alberto Saraiva, que sempre disse que a oposição não teria 342 votos nem aqui, nem na China. Na Venezuela pós-“Constituinte”, então…

Veja mais em Alberto Saraiva – Textos

Deixe um comentário sobre a notícia!