Use seu coração como senha – ninguém tem um igual

Redação do Site Inovação Tecnológica –  26/09/2017

Use seu coração como senha - ninguém tem um igual
O novo sistema de identificação usa um radar Doppler em miniatura e continua monitorando seu coração o tempo todo. [Imagem: Bob Wilder/Universidade de Buffalo]

Biometria do coração

Nem senha, nem digital, nem olhos – o futuro da biometria pode estar bem lá no fundo do seu peito.

Uma equipe da Universidade Buffalo, nos EUA, construiu um protótipo de sistema de identificação que detecta o coração do usuário para lhe dar acesso ao seu computador, celular ou qualquer aparelho eletrônico.

O sistema usa um radar de baixíssima potência – equivalente a uma conexão Wi-Fi – para detectar a geometria do coração, seu formato e tamanho, e como ele se movimenta, para criar uma assinatura pessoal.

“Nunca foram encontradas duas pessoas com corações idênticos,” garante o pesquisador Wenyao Xu, acrescentando que o coração das pessoas também não costuma mudar, a menos que elas sofram alguma doença cardíaca grave.

 

Sistemas biométricos baseados no coração têm sido demonstrados há alguns anos, mas vinham dependendo de eletrodos medindo sinais de eletrocardiogramas.

Use seu coração como senha - ninguém tem um igual
O aparelho de biometria cardíaca é composto pelos dois sensores à esquerda. À direita está um atuador que simula o coração para realização de testes. [Imagem: Chen Song et al. (2017)] Radar pessoal
O novo sistema, baseado em um radar Doppler, é não-invasivo e sem contato, e permanece monitorando o usuário continuamente, o que significa que a pessoa pode sair tranquilamente da frente do computador tendo certeza de que nenhuma outra pessoa conseguirá usá-lo.

O protótipo leva 8 segundos para identificar um coração pela primeira vez, e depois passa a reconhecê-lo de forma praticamente instantânea.

A equipe garante que o equipamento é seguro e agora vai trabalhar em sua miniaturização.

“O leitor [emite] cerca de 5 miliwatts, menos de 1% da radiação dos nossos smartphones. Estamos vivendo em um ambiente inundado de Wi-Fi todos os dias, e o novo sistema é tão seguro quanto os dispositivos Wi-Fi,” disse Xu.

Bibliografia:

Cardiac Scan: A Non-contact and Continuous Heart-based User Authentication System
Chen Song, Feng Lin, Yan Zhuang, Wenyao Xu, Changzhi Li, Kui Ren
MobiCom 2017 Proceedings
https://sctracy.github.io/chensong.github.io/pdf/mobicom17.pdf

Deixe um comentário sobre a notícia!