O encanto exercido por fotografias antigas traz um glamour romântico e nos leva a um tempo onde a beleza dos trajes, o repeito no trato e as condições humanas eram mais naturais e… humanas em contraste com a contemporânea realidade das redes sociais, da informática e dos apelos digitais.

O desgaste material de fotografias antigas está diretamente relacionado com as condições de armazenamento dos arquivos. Fotografias, vídeos, peças antigas, armazenadas em locais úmidos ou apertados podem amaçar, torcer e quebrar peças que o tempo contribuiu para tornar mais frágeis.

É possível recuperar tais peças utilizando técnicas digitais que trazem parte do original a vida novamente, podendo ser reproduzidas, após restauro, cópias da mesma.

No caso das fotografias, a restauração digital avançou consideravelmente, podendo haver uma reconstrução, restauração de amassados, cortes e até mesmo a colorização para objetos em preto e branco.

A fotografia de Izidoro Cechetto que trago aos leitores é um exemplo de como a restauração e colorização pode dar nova vida à foto antiga.

Izidoro Cecheto nasceu em Orleans/SC mas mudou-se com a família para Alfredo Wagner (naquela época, Barracão comunidade do Município de Bom Retiro) e aqui viveu até sua morte em 2008. Dedicou-se a família, ao trabalho, a comunidade católica, da qual pertencia. Quando jovem foi para o Rio de Janeiro e, juntamente com seu irmão, ingressou na Marinha Mercante, trabalhando nos navios como mecânico. Um registro desta época é a fotografia que publicamos foi restaurada em 2011, encaminhada pelo filho Dido Cechetto.

A fotografia, excelente na preservação da fisionomia do fotografado, estava comprometida em sua base, destruída em diversos pontos.

A primeira ação foi digitalizar a foto em alta resolução, permitindo uma reconstrução primorosa.

Após a reconstrução realizamos uma colorização para transmitir um pouco das cores da realidade da época.

O resultado permitiu resgatar um momento único da história de um personagem de muita importância para a história da Capital Catarinense das Nascentes, o sr. Izidoro Cechetto.

Tem alguma fotografia que gostaria de restaurar? Entre em contato pelo formulário abaixo que faremos uma avaliação.

Deixe um comentário sobre a notícia!