Está sendo divulgado em grupos do Whatsapp aviso da Polícia Militar sobre a presença de pessoas que se apresentam como da Prefeitura Municipal em busca de focos do Mosquito da Denge. Entram na residência, furtam objetos e dinheiro. Maikon Foster informa que não há foco de Aedes Aegypt no município e que os únicos funcionários da Prefeitura Municipal de Alfredo Wagner com autoridade para efetuar pesquisas são Giovana Junckes (Agente de Combate à Endemias); Lúcia dos Santos e José Carlos de Mello (ambos Fiscais de Vigilância Sanitária). Caso receba em suas residências pessoas desconhecidas alegando pertencer a essa equipe, chame a polícia. Segue as mensagens do Grupo de Segurança Pública no Whatsapp:

[18:40, 18/10/2017] Polícia Militar de Alfredo Wagner: Boa tarde senhores(as) informando a toda população Alfredense que foi levado ao conhecimento da Polícia Militar hoje da seguinte situação : pessoas má intencionadas que se identificam como sendo funcionários da Prefeitura, estes estão adentrando residências com a justificativa de dedetizar para combater o mosquito da Dengue. Após a entrada na residência acabam por Furtar pertencentes e dinheiro, o fato em questão ocorreu dia 10/Outubro, chegando somente hoje a nosso conhecimento. Fica o alerta a população que diante de uma situação parecida informar imediatamente a Polícia Militar ou Polícia Civil

[19:27, 18/10/2017] Maikon Forster: A título de informação, não possuímos nenhum foco do mosquito Aedes aegypti no nosso município. Portanto, não há necessidade de desinsetização. Ainda, os funcionários da Secretaria de Saúde de Alfredo Wagner, através da Vigilância Epidemiológica, monitoram mensalmente pontos estratégicos do município, considerados “mais propícios” a desenvolverem focos do Aedes – tais como cemitérios, borracharias, cerealistas (por receberem caminhões de outras localidades do Brasil), entre outros. Esses funcionários sempre portam identificação da Secretaria Municipal de Saúde. Se me permitem, os funcionários são: Giovana Junckes (Agente de Combate à Endemias); Lúcia dos Santos e José Carlos de Mello (ambos Fiscais de Vigilância Sanitária). Se alguém receber a visita de quaisquer outras pessoas, nessa situação, comuniquem imediatamente a Polícia Militar! Obrigado e boa noite a todos.

[19:28, 18/10/2017] Maikon Forster: Outrossim, a prevenção nunca é demais… Façamos a nossa parte, eliminando quaisquer condições para a proliferação do mosquito, e ficaremos livres dessa ameaça!

Deixe um comentário sobre a notícia!