MPSC e Fundação Catarinense de Cultura assinam termo para compartilhamento de dados
Os Promotores e Procuradores de Justiça poderão acessar as informações da FCC por meio do Portal do Promotor. Com a parceria entre as duas Instituições, os dados passarão a ser digitalizados e atualizados em tempo real.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) assinaram, na tarde de sexta-feira (15/12), Termo de Cooperação Técnica para compartilhamento de informações. A parceria na área de Business Intelligence (BI) auxiliará o MPSC em suas investigações e a FCC em suas atividades. O Termo de Cooperação foi assinado pelo Procurador-Geral de Justiça, Sandro José Neis, e pelo Presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Com o acordo, o MPSC passa a ter acesso direto e online às bases de dados da FCC, no qual constam informações como cadastro de bens imóveis tombados no Estado, museus catarinenses, bibliotecas públicas, entre outros. As informações auxiliarão os Promotores e Procuradores de Justiça na sua atuação, que acessarão as informações da Fundação por meio do “Portal do Promotor”. Com a gestão de informação compartilhada, os dados da FCC passarão a ser digitalizados e atualizados em tempo real, resultando em um trabalho mais transparente.

“A assinatura é um grande passo para melhorar a preservação e ampliar conhecimento em relação aos bens tombados”, explicou o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Procurador de Justiça Fabio de Souza Trajano.

Assinado o Termo de Cooperação, o Presidente da FCC também comentou os benefícios da parceria “O termo permitirá não apenas dar conhecimento de forma digital ao MPSC e às pessoas interessadas, mas principalmente acompanhar o estado de conservação desse patrimônio. O MPSC tem Promotores em todo o Estado e tendo a informação acessível eles já podem comunicar a FCC. Agiliza todo o processo”, afirmou Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Portal do Promotor

O “Portal do Promotor de Justiça” é uma plataforma que reúne dados administrativos, de gestão de gabinete, socioeconômicos e de diversos órgãos públicos, como a Secretaria de Segurança Pública, a Secretaria de Educação, a Polícia Militar, o Tribunal de Contas do Estado e a FATMA, dentro outros, a partir de parcerias institucionais estabelecidas pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais.

A ferramenta permite, inclusive, que as requisições de informações para instrução de procedimentos sejam substituídas por simples consultas ao Portal do Promotor. Diferentemente dos tradicionais relatórios e das planilhas fornecidos pelos órgãos, essa ferramenta permite a descoberta de dados de forma mais abrangente, clara, interessante e intuitiva, seja por intermédio de análises de dados associativas e comparativas nos painéis de BI ou pelo ambiente de Geonálise, com dados georreferenciados no mapa de Santa Catarina, ambos desenvolvidos no Escritório de Ciência de Dados da Coordenadoria de Informação Social (ECD/COINFO).

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC.

Telefone: (48)3229-9010  email: midia@mpsc.mp.br

Deixe um comentário sobre a notícia!