Golpe do falso processo seletivo via WhatsApp atinge 1 milhão de pessoas

Os cibercriminosos estão se aproveitando da alta do desemprego entre os brasileiros para espalhar golpes. De acordo com o DFNDR Lab, da PSafe, mais de 1 milhão de pessoas caíram em um golpe que está circulando pelo Whatsapp e que divulga um falso processo seletivo para trabalhar em uma rede de supermercados atacadista.

O usuário recebe uma mensagem que promete a participação em um processo seletivo com salários de até R$ 2.800, além de benefícios, como assistência média, vale-refeição, vale-transporte e seguro de vida, e que para participar, a pessoa precisa acessar um link e responder três perguntas.

Ao entrar clicar no link e responder as perguntas, a vítima é encaminhada para uma nova página que contém uma mensagem perguntando se ela gostaria de agendar uma entrevista. Ao clicar na opção “Sim, claro”, a pessoa acaba autorizando o hacker a enviar notificações de outros golpes por push. A página ainda solicita o compartilhamento da oportunidade com todos os contatos e grupos do WhatsApp.

Para evitar cair nesse tipo de golpe, a orientação é de que os internautas não abram links suspeitos, mesmo quando enviados por pessoas conhecidas, e desconfiem de promoções e oportunidades muito vantajosas, além de erros gramaticais. No caso de mensagens ligadas à empresas, verifique no site e redes sociais da mesma se a promoção ou seleção de emprego são verdadeiras.

Deixe um comentário sobre a notícia!