7 das 24 cachoeiras maiores do Brasil estão em SC

Ranking atualizado (novembro/2018) das mais altas quedas d’água do Brasil:
1 – Cachoeira da Neblina – 450 m – Parque Nacional da Serra dos Órgãos – RJ.
2 – Cachoeira do El Dorado – 353 m – Barcelos – AM.
3 – Cachoeira da Fumaça – 340 m – Palmeiras – BA.
4 – Cachoeira da Boa Vista – 310 m – Cânion da Boa Vista – RS/SC. (#)
5 – Cascata do Risco Verde – 296 m – São Francisco de Paula – RS. (#)
6 – Cachoeira Véu de Noiva – 289 m – Cânion Itaimbezinho – RS/SC. (#)
7 – Cachoeira do Bel – 280 m – Monte Alegre – BA. (+)
8 – Cachoeira do Tabuleiro – 273 m – Conceição do Mato Dentro – MG.
9 – Cachoeirão – ~270 m – Chapada Diamantina – BA.
10 – Cascata Água Branca – 259 m – Maquiné – RS. (#)
11 – Cascata Diagonal – 257 m – Cânion da Boa Vista – RS/SC. (#)
12 – Cachoeira da Fortaleza – 250 m – Cânion Fortaleza – RS/SC.
13 – Cachoeira do Jatobá – 248 m – Vila Bela da Santíssima Trindade – MT.
14 – Cachoeira Amola Faca – 241 m – Cânion Amola Faca – RS/SC. (#)
15 – Cachoeira Encantada – 230 m – Itaitê – BA.
16 – Cachoeira do Rio dos Bugres – 218 m – Urubici – SC. (*)
17 – Cachoeira do Cavalo Baio – ~215 m – Baependi – MG.
18 – Cachoeira da Fumacinha – ~210 m – Ibicoara – BA.
19 – Cachoeira do Cerradão – 202 m – São Roque de Minas – MG.
20 – Cachoeira do Desabamento – ~200 m – Barcelos – AM.
20 – Cachoeira da Serrinha – 200 m – Maquiné – RS. (#)
20 – Cachoeira do Peixe Tolo – ~200 m – Conceição do Mato Dentro – MG.
20 – Cachoeira do Bananal – ~200 m – Bananal – MG.
20 – Cachoeira do Tigre Preto – ~200 m – Cânion Fortaleza – RS/SC

==> A cachoeira da Neblina foi medida pela expedição liderada por Márcio Bortolusso e Fernanda Lupo.
==> A Cachoeira das Lágrimas, medida pela expedição liderada por Ronald Fernandes, no interior de Guaratinga, Bahia, possui altura de 460 metros. Trata-se de uma cachoeira intermitente, que aparece quando as chuvas tomam conta do enorme maciço rochoso onde esta se encontra.

As quedas d’água marcadas com (#) foram medidas pela equipe do Projeto Cachoeiras Gigantes.
A queda d’água marcada com (+) foi medida pelo canionista Ronald Fernandes.
A queda d’água marcada com (*) foi medida por equipe de canionistas.

× Fale com o Jornal
%d blogueiros gostam disto: