A ansiedade por entoar a musiquinha “Adeus Ano Velho” e se despedir deste ano que causou muitas surpresas, tanto a nível mundial como nacional, estadual ou municipal, fez com que se esquecessem o que realmente foi importante no ano que passou.

Como bem diz a Retrospectiva do Diário do Nordeste: “Não se pulam degraus, quando a escada é o tempo”, cada fato, cada detalhe, cada evento, preparado pelo anterior e preparando o seguinte, tem um correlacionamento cuja concatenação não se pode perder de vista.

A nível internacional, viramos o ano sem uma III Guerra Mundial, como foi previsto pelos profetas de desgraças anti-Trump. O Presidente Americano contrariando as previsões dos opositores conduziu o País para um período de estabilidade econômica e tranquilidade sócio-política, apesar da má vontade dos que perderam as eleições.

A nível brasileiro, diga-se, enfrentamos a mesmíssima situação. Michel Temer, tendo assumido após o Impeachment de Dilma Roussef, cuja campanha conseguiu convencer apenas 24,20% do eleitorado, realizou um governo que os profetas de desgraças também previram a derrocada econômica no Brasil. Demonstrando capacidade de organizar e convencer, Temer leva adiante reformas preparadas pela Presidente Petista anterior e termina 2017 com saldo positivo em sua carreira política.

No Estado de Santa Catarina, acuado pela Lava-Jato, o Governador Raimundo Colombo, pensa seriamente se vale a pena caminhar para o Senado a fim de se abrigar de possíveis consequências das investigações.

A nível municipal, o quê dizer? O ano foi sui generis… após uma vitória. em 2016, mais que surpreendente sobre seu próprio Secretário Municipal, O Prefeito Naudir entregou ao povo uma linda praça, continuou a construção da super-creche e manteve a trafegabilidade das estradas, sem esquecer dos incontáveis eventos artísticos e de entretenimento realizados ao longo de 2017.

Neste ano, sem a edição impressa, o Jornal Capital das Nascentes, utilizou-se da internet para informar, divulgar e instruir, Ao longo de 2017 foram 19.174 leituras dos artigos publicados. Alguns artigos chamaram mais a atenção que outros, como por exemplo, a biografia de Jacinto Maffei e o artigo Seu tataravô ou sua Tataravó podem estar nesta lista.

O que desejamos para 2018?

Não basta desejar! É preciso trabalhar para que os desejos se realizem! E é o que faremos!

Para o Brasil desejamos que haja paz, tranquilidade e prosperidade. O mesmo desejamos para o Estado e para o Município.

Como Jornal, desejamos continuar trazendo boa leitura aos que nos acompanham, sempre com veracidade e baseados em fatos. Nosso foco será sempre o destaque das belezas e história de Alfredo Wagner, entrando vez ou outra no cipoal da política, cuja característica no município é ser melindrosa.

Em 2018 nossos leitores continuarão tendo História, Genealogia, Notícias, Informações, Política, Belezas de Alfredo Wagner, entre outros assuntos. 

Que venha 2018 com a graça de Deus e as bênçãos de Nossa Senhora do Sorriso!

Deixe um comentário sobre a notícia!